Pesquisando os melhores lugares para conhecer em São Paulo , entre as opções que apareceu, foi Holambra Festival das Flores Expoflora em setembro. Fiquei tão encantada com as fotos dos anos anteriores, que agi igual criança pedindo a marido que nos levasse. Sonho realizado, e conto a vocês o que achamos de lá. ^^

Em primeiro lugar, achamos muuuito caro os pedágios no caminho. Acho que gastamos em torno de R$ 120,00 para ir e voltar… O preço do estacionamento, R$ 38,00 só aceita em dinheiro vivo e ingresso R$ 46,00 por pessoa. Se tivesse planejado financeiramente melhor, acho que não teríamos ido.=(

A cidade é linda, muito arrumadinha. Bem turística, um charme.=) Onde você vai, vê detalhes holandês.(centrinho) O Festival das Flores Expoflora de Holambra, lembra um pouquinho a disney do Japão. (Digo pouquinho pouquinho um pedacinho de nada ok?) Quem já vivenciou no Nihon e passeou nos parques de flores gratuitos que tem lá ou que paga 500 yen pra ver, acharia um desperdício tremendo a visitação a este espaço pelo preço cobrado. (Opinião minha)

As fotos atuais que vimos do Expoflora eram diferentes da realidade. Para ver aqueles hatake de flores mesmo, teríamos que pegar um ônibus de turismo da própria organização do evento, pagar R$ 20,00 a mais, para fazer o circuito das flores. E, se você olhar bem as fotos promocionais deste passeio, o fundo atrás é um painel para dar a sensação de que estão num campo lindo maravilhoso, mas na verdade é foto. Pra mim não dá.

A comida lá tem muita coisa com salsicha, linguiça. Almoçamos num self-service come a vontade por R$ 39,00 por pessoa bufando de raiva pela qualidade da comida servida ser tão baixa… No meu pensamento, poderia comer em tantos lugares, por que aquiiii…

O que achei legal lá, foi vestir a roupa típica da Holanda apesar de ter que desenbolsar R$ 5,00 por figurino, um espaço tipo mini zoo pra filha, e uma sobremesa diferente que experimentei pela primeira vez, stroopwafel. Uma massa fininha de biscoito com caramelo no meio. Só. Nem parei pra ver a venda de flores direito…

Tiramos fotos, comemos, rodamos um pouco e fomos embora. Chegada 10h30 saída 14h30. Não tem muito o que fazer lá como no festival do Japão… Ah, no fim teve uma coisa que alegrou o coração do marido. Na saída do estacionamento, estavam dando coca-cola light e guaraná aos visitantes que iam embora. Refri grátis!  Pelo calor que estava fazendo, foi uma benção pra ele. haha



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here